LIVROS ESCOLARES 2013/2014
 
>> Mais sobre

apresentações

carta d'orfeu

concertos

conferências

conversas

exposições

feiras

festas de natal

filme

informações

livros

livros escolares

música

palestras

poesia

seminários

tertúlias

viagens

todas as tags



Rue du Taciturne 43 Willem de Zwijgerstraat,
Bruxelles/Brussels 1000
Belgique/België
T/F: +32 (0)27350077
IBAN: BE79 426415631133 SWIFT: KREDBEBB
orfeu@skynet.be
> Arquivo

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

>> Concebido por
blustamp, Comunicação Desenhada
 
 
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007
José de Guimarães: Conversa com o artista

A sua Vénus Africana ”deve ser uma das obras-primas da actual arte portuguesa”, diz-nos Fernando Pernes (José de Guimarães, FP, ed. Caminho).
Donde nos vem, por onde andou e aonde chegou este José (que homenageia a sua terra natal em pseudónimo)?
Minhoto, tem no sangue a cor, o verde da terra e do vinho, correu África, de onde trouxe as imagens, os outros símbolos, que mistura com os primeiros e com os seguintes, e doutras origens, interminavelmente, e que nos serve nas tais cores, nos tais enigmas, no tal vocabulário em que é único, que são dele, e que passa para pintura, e escultura, e mobiliário urbano, e néons, e papagaios de papel, e, nos milhões de vezes reproduzido, logótipo turístico do país.
Pois é José de Guimarães que nos visita para uma conversa com os que vierem, simples e erudita, como a arte que ele pratica.

 

Depois e antes da Conversa
A projecção do filme Prova de Contacto, de João Mário Grilo

O seu (de JdeG) trabalho de cores e formas vibrantes é um cruzamento de referências: a História portuguesa, a iconografia africana, o barroco de Rubens, culturas de elevado pendor sígnico. O filme de João Mário Grilo é também um documentário decisivo no diálogo da cultura portuguesa com o mundo.

2 de Outubro, terça, às 18,30 horas

 

No dia 4 de Outubro, quinta-feira, a partir das 17 horas, na presença do artista e da Ministra do Ambiente de Bruxelles-Capitale, inaugura-se a exposição, Les Voix Nomades, no Espace Européen pour la Sculpture, Parc Régional Tournay-Solvay (201, chaussée de la Hulpe).

 

Exposição de 5 de Outubro a 23 de Dezembro, por ocasião da Presidência portuguesa da EU e sob o patrocínio do Presidente da Comissão Europeia (convites a levantar na Orfeu).

>> Mais sobre: , ,
publicado por Orfeu às 10:19
| comentar


Rue du Taciturne 43 Willem de Zwijgerstraat,
Bruxelles/Brussels 1000
Belgique/België
T/F: +32 (0)27350077
IBAN: BE79 426415631133 SWIFT: KREDBEBB
orfeu@skynet.be