LIVROS ESCOLARES 2013/2014
 
>> Mais sobre

apresentações

carta d'orfeu

concertos

conferências

conversas

exposições

feiras

festas de natal

filme

informações

livros

livros escolares

música

palestras

poesia

seminários

tertúlias

viagens

todas as tags



Rue du Taciturne 43 Willem de Zwijgerstraat,
Bruxelles/Brussels 1000
Belgique/België
T/F: +32 (0)27350077
IBAN: BE79 426415631133 SWIFT: KREDBEBB
orfeu@skynet.be
> Arquivo

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

>> Concebido por
blustamp, Comunicação Desenhada
 
 
Terça-feira, 26 de Junho de 2007
Columbano

Un Réaliste Portugais (1880-1900), no Hôtel de Ville de Bruxelles
(de terça, 3 de Julho, a domingo, das 10 às 17h, encerrada: 21/7 et 15/8 - http://www.brupass.be )

 
A exposição apresenta 90 obras, entre pintura e desenho, de um dos mais radicais pintores modernos portugueses, como descreveu o director do Museu do Chiado, Pedro Lapa. Foi neste Museu que esta exposição, sobre os primeiros anos artísticos de Columbano Bordalo Pinheiro, esteve patente até há pouco. A partir de 3 de Julho, estará no Hotel de Ville de Bruxelas, no quadro da Presidência Portuguesa da União Europeia.
Organizada de forma cronológica (com as emblemáticas pinturas «Grupo do Leão» e «Concerto de Amadores», entre outras), a mostra atravessa os primeiros 26 anos de vida artística de Columbano até ao virar do século, dando a conhecer sobretudo retratos de família e personalidades portuguesas.
O período artístico de Columbano Bordalo Pinheiro desde 1900 até à sua morte, aos 72 anos, em 1929, será objecto de uma outra exposição, em 2010, no Museu do Chiado, coincidindo com o centenário da implantação da República.

Apresentação da exposição por:

Pedro Lapa e Maria de Aires Silveira
comissário e comissária-adjunta da exposição


Sábado 30 de Junho às 18 horas, na Orfeu

>> Mais sobre:
publicado por Orfeu às 12:52
| comentar
Sexta-feira, 15 de Junho de 2007
Apresentação do livro "Recados a Miguel Torga"

no centenário do nascimento
Por Isabel Ponce de Leão

 

Porque fazemos parte do grande grupo que respeita e admira o autor, convocámo-nos mutuamente e abrimos portas a todos os que quisessem connosco assinalar, numa situação de paridade, e com respeito e dignidade, a efeméride de quem, por mais que uma vez, se afirmou “um artista, um homem e um revolucionário”.
Viver é ser no tempo intemporal (Recados)  não tem carácter antológico porque os passos que se citam da obra de Miguel Torga não obedecem a nenhum critério específico sendo, outrossim, mero fruto de opções estético-emocionais dos autores que os escolheram como momentos inspiradores dos seus próprios textos.
… assinam Recados indivíduos das mais variadas formações e especialidades que apenas têm em comum a sensibilidade ao palimpsesto torguiano a que querem dar voz numa qualquer linguagem. Recados sentidos, autênticos, espontâneos, sobretudo humanos, isentos de vaidades e pretensiosismos balofos… Pedimos aos recadantes que escolhessem uma breve passagem da obra torguiana, que lhes fosse particularmente grata, e que sobre ela se pronunciassem, através de um texto breve, numa qualquer linguagem.
Explicada a génese e concepção do presente volume, bem como a intenção que o motivou, é altura de nos dirigirmos aos recadantes, autores espontâneos, sensíveis e solidários, verdadeiros obreiros qualificados de Viver é ser no tempo intemporal.

 

Luís Queiró
Um dos participantes apresenta a coordenadora. O prefácio é de José Miguel Júdice, o posfácio de Rui Rio e a capa de Francisco Simões (óleo).

Isabel Ponce de Leão é doutorada em Filologia Hispânica pela Universidade de Santiago de Compostela e professora Titular da Universidade Fernando Pessoa (que organizou o I Congresso sobre M. Torga e que tem sido a principal instituição nacional divulgadora da obra do poeta) onde é Presidente do Conselho Científico da FCHS.

 

Terça-feira 26 de Junho, às 18,30 horas

>> Mais sobre:
publicado por Orfeu às 13:24
| comentar
Domingo, 10 de Junho de 2007
Apresentação do livro "Equidistância"

Durante a sua estada na Universidade de Harvard, terminada há pouco, Jorge Oliveira e Sousa escreveu mais um livro de poesia. Depois dos livros de poemas Paideia, com correspondência do autor com Vergílio Ferreira, e Iceberg, este em edição da Orfeu, Equidistância é o novo título, em edição de autor bastante limitada pelo que aconselhamos a reservar o seu exemplar desde já. José Morais e Manuel Paiva apresentarão a obra.

16 de Junho, sábado, às 18h.

>> Mais sobre:
publicado por Orfeu às 09:42
| comentar
Sábado, 9 de Junho de 2007
Apresentação do livro "O Bairro dos Poetas"

Fátima Pombo, depois de «O Desenhador»(2003) e de «As Cordas» ( 2005), surge com o último livro da trilogia. Neste romance (Teorema, 2007), reúne as suas personagens num destino surpreendente, conduzindo-as com um estilo amadurecido e hábil a encontros que cruzam a trama dos romances anteriores.  O Bairro dos Poetas foi apresentado por Susana Gonçalves, leitora de português nas universidades de Bruxelas (ULB) e de Lovaina (UKL) no passado dia 9 de Junho, sábado, às 18h.

>> Mais sobre:
publicado por Orfeu às 09:41
| comentar
Apresentação do livro "ABC do Lóbi"

A actividade do lóbi, nos países onde é levada a cabo, trouxe inúmeras vantagens para a transparência nas relações entre os poderes públicos e a sociedade civil. No entanto, em Portugal esta actividade é ainda vista com alguma desconfiança. Este livro propõe, de uma forma prática e clara, desmistificar os tabus associados ao lóbi, apresentando as melhores práticas e exemplos da sua aplicação (Texto editora). Joaquim Martins Lampreia, o autor, apresentou-nos ABC do Lóbi, no passado dia 7 de Junho às 18h30.

>> Mais sobre:
publicado por Orfeu às 09:38
| comentar


Rue du Taciturne 43 Willem de Zwijgerstraat,
Bruxelles/Brussels 1000
Belgique/België
T/F: +32 (0)27350077
IBAN: BE79 426415631133 SWIFT: KREDBEBB
orfeu@skynet.be