LIVROS ESCOLARES 2013/2014
 
>> Mais sobre

apresentações

carta d'orfeu

concertos

conferências

conversas

exposições

feiras

festas de natal

filme

informações

livros

livros escolares

música

palestras

poesia

seminários

tertúlias

viagens

todas as tags



Rue du Taciturne 43 Willem de Zwijgerstraat,
Bruxelles/Brussels 1000
Belgique/België
T/F: +32 (0)27350077
IBAN: BE79 426415631133 SWIFT: KREDBEBB
orfeu@skynet.be
> Arquivo

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

>> Concebido por
blustamp, Comunicação Desenhada
 
 
Domingo, 20 de Dezembro de 2009
Fecho da livraria durante o Natal

 

ORFEU
 
FECHO DURANTE O NATAL
Fermeture pendant Noël
 
Até Domingo 20 Dezembro  horário normal
Jusqu’à dimanche 20 décembre    horaire normal
 
De 21 Dezembro  a 6 Janeiro - fechado 

De 21 décembre a 6 janvier                -  fermé

>> Mais sobre:
publicado por Orfeu às 18:06
| comentar
Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009
Apresentação do livro

 

As Primeiras Horas
de
Maico
 
As Primeiras Horas leva-nos a uma viagem, sem paragens, pelo diário poético do autor. Todos os dias, antes de o sol acordar no mais profundo silêncio da noite, Maico ajusta as contas com os dias passados.
    Os dias são todos diferentes, os poemas também. Há poemas de uma intimidade quase impudica, poemas que se confundem com a vida e talvez com a morte. Há pequenos contos que se movem entre as sombras dos nevoeiros frios, personagens que se afogam na tristeza, vidas que se revêem todos os dias...
    As Primeiras Horas são também histórias de viagens contadas na intimidade da noite, melancólicas por vezes, quase surrealistas por outras.
    São também histórias de rostos, de pessoas navegando ao sabor das cervejas que dão o nome aos poemas, escritos no silêncio das palavras imaginadas.
Chiado Editora
 
Quem é Maico (Miguel Martins)?
Nasceu no Funchal em 1958.
Formou-se no Conservatório Nacional de Teatro em Lisboa. Estudou antropologia na U.N.L.
Entre 1978 e 1990 representou em vários teatros — Casa da Comédia, Teatro Ibérico, Teatro Aberto e Companhia de Teatro Fernando Gomes. Foi ainda realizador de programas de radio na Rádio Universidade Tejo e no Funchal onde servia a música com textos da sua autoria.
Foi co-fundador da Associação Portuguesa de Animadores Culturais e entre 1986 e 1990 trabalhou no departamento cultural da C.M.L. Reside actualmente em Bruxelas onde continua a sua actividade como educador e animador teatral junto dos centros de Ocupação de Tempos Livres das Comunidades Europeias.
Realizou e criou programas de radio em língua Francesa e Portuguesa.
 
 

19 de Dezembro, sábado, às 18 horas

>> Mais sobre:
publicado por Orfeu às 14:09
| comentar
CONVITE

 

Orfeu, centro cultural activo e afirmado de língua portuguesa,
 convida os amigos e todo aquele que se interessa pelas culturas de língua portuguesa para a
 
Festa de Natal
Como tem sido hábito, à volta do Bolo-Rei da Pastelaria Garcia e de um Porto festejaremos a quadra que se inicia esperando que 2010 traga à Orfeu aquilo de mais necessita: a presença massiva dos falantes e amigos da língua e das culturas de língua portuguesa, ponto de partida e de chegada de toda a nossa acção, repetindo que não somos "apenas" uma livraria, mas sobretudo um Centro Cultural.
 
 
 
Amigos d'Orfeu
Sorteio de viagem de avião a Portugal
 
Faremos também o sorteio de uma viagem (ida e volta) a Portugal (Porto/Lisboa/Faro), oferta da TAP, entre os Amigos d'Orfeu que se inscreveram, ou inscreverem até lá (é apenas um adiantamento anual de 100 € para compra de livros durante o ano - excepto escolares). E ainda um livro surpresa oferta da Caixa Geral de Depósitos.
 
.
 
 

19 de Dezembro, sábado, às 19 horas

>> Mais sobre:
publicado por Orfeu às 14:07
| comentar
Terça-feira, 8 de Dezembro de 2009
Apresentação do livro

 

Bilhetes de Colares
(Assírio & Alvim: http://www.assirio.pt)
de
A. B. Kotter
 
Uma das coisas mais terríveis que nos pode acontecer ao longo da vida é a perda de um amigo. Com sorte, até aos cinquenta anos apenas o sabemos de forma teórica e nebulosa; depois, o facto torna-se concreto e frequente. Mas a trivialidade em nada contribui para diminuir a dor. Um dia, verificamos que já não podemos contar-lhe as nossas aventuras, segredar-lhe a última intriga, conversar sobre o livro que acabámos de descobrir. Foi isto que me aconteceu com A. B. Kotter, o inglês que, depois de ter passado vários anos em Portugal, morreu, em circunstâncias misteriosas, no Brasil.
Muitos se terão esquecido das crónicas que começou a publicar no jornal A Tarde, em Junho de 1982, passando por vários periódicos, até terminar, em 1998, no semanário O Independente. Mais do que de si próprio, falava do país que «o havia acolhido generosamente no seu seio». Dele, apenas sabemos que, após uma vida activa como advogado em Londres, entremeada por tarefas secretas para o MI6, se reformara, tendo escolhido Portugal como destino, não só pela amenidade do clima e a simpatia das pessoas, mas também pela tranquilidade social. Foi apressadamente que deixou a Várzea de Colares: nem a mim confidenciou o motivo, o que, conhecendo-o, não me ofendeu.
Relendo-o hoje, interrogo-me como foi possível a este estrangeiro, mais familiarizado com Thomas Hardy do que com Cesário Verde, escrever sobre Portugal de forma tão certeira e cordial. Até eu sou capaz de citar de memória algumas das suas frases: «Os homens portugueses ficam meninos toda a vida e finalmente acabam com complexos de masculinidade». Foram as saudades de Kotter que, passados dez anos sobre a sua morte, me levaram recentemente à Casa do Alentejo, a fim de ouvir o Embaixador José Cutileiro evocar o amigo comum.
Maria Filomena Mónica
O Embaixador José Cutileiro
falar-nos-á da sua relação com o britânico cronista.

Apresentação deDuarte Bué Alves.
 

12 de Dezembro, sábado, às 18 horas

>> Mais sobre:
publicado por Orfeu às 23:29
| comentar
Domingo, 6 de Dezembro de 2009
Apresentação do Livro

 

O nacionalismo galego nos seus programas políticos
o século XX
por
Xabier Macías
Director-Xerente da FUNDACIÓN GALIZA SEMPRE
e
Ana Miranda
Membro eleito para o Parlamento Europeu
 
A Fundación Galiza Sempre recolle nunha nova publicación os principais textos políticos xerados polo nacionalismo galego no século pasado. O libro percorre a traxectoria das principais organizacións nacionalistas a través dos seus programas e da análise de historiadores e politólogos.

En opinión dos responsábeis da fundación, os documentos das Irmandades da Fala, do Partido Galeguista, da UPG, do PSG, do Consello de Forzas Políticas e do BNG ofrécense como base para a reflexión e debate sobre a traxectoria nacionalista.
 
Alguns temas tratados: Manifesto da Asembleia Nazionalista de Lugo, de 1918; Partido Galeguista; A lenta incorporaçom da mulher ao processo de construçom nacional; Unión do Povo Galego; Partido Socilaista Galego; O nacionalismo galego baixo o franquismo (1963-1975); Consello de Forzas Políticas Galegas, 1976; Do rexurdir nacionalista ás bases do frontismo (1964-1976); Bloque Nacionalista galego; Declaración de Barcelona, 1998
A evolución do Bloque Nacionalista Galego (1982-2009).
 

Terça-feira/martes, 8 de Dezembro de 2009, às 18h30

>> Mais sobre:
publicado por Orfeu às 11:12
| comentar


Rue du Taciturne 43 Willem de Zwijgerstraat,
Bruxelles/Brussels 1000
Belgique/België
T/F: +32 (0)27350077
IBAN: BE79 426415631133 SWIFT: KREDBEBB
orfeu@skynet.be