LIVROS ESCOLARES 2013/2014
 
>> Mais sobre

apresentações

carta d'orfeu

concertos

conferências

conversas

exposições

feiras

festas de natal

filme

informações

livros

livros escolares

música

palestras

poesia

seminários

tertúlias

viagens

todas as tags



Rue du Taciturne 43 Willem de Zwijgerstraat,
Bruxelles/Brussels 1000
Belgique/België
T/F: +32 (0)27350077
IBAN: BE79 426415631133 SWIFT: KREDBEBB
orfeu@skynet.be
> Arquivo

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

>> Concebido por
blustamp, Comunicação Desenhada
 
 
Quarta-feira, 22 de Abril de 2009
O HOMEM IMPULSIVO

 

Exposição de pintura de
 
Sérgio Fernandes
 
Inventoturbilhões de “coisas” que induzem propositadamente sensações.
Valido as Relações Humanas, tanto físicas, intelectuais e transcendentais e organizo-as como uma Orquestra! Vivo por intermédio da expressão e da cor.
 
Trabalho dos e para os Sentidos, crio situações, histórias enfrentando assim os meus demónios.
Anulo-me e supero-me como se de um caso de vida ou morte se tratasse!
Não risco a “história” nem a apago, apenas a actualizo, como os impulsos actualizam a vida. Apodero-me dessas  actualizações e faço delas o meu processo de trabalho.
 
Vejo o suporte da Pintura como o extremo entre o Pensamento e o Real, onde o vazio toma forma, textura e cor. O que faz da Pintura um grande jogo marginal de Poder.
 
O que faz de mim uma “personagem” bipolar, onde o que pensa é o faz e se não faz não pensa.
O HOMEM IMPULSIVO é assim uma alienação.
 
S.F.| Sobralinho | Fevereiro 2009
 
THE IMPULSIVE MAN
I make it up a miscellaneous of “things” that induce purposely sensations.
I validate Human Relations, physical, intellectual and transcendental and organize them as an Orchestra!
I live through the expression and color. I work from and to Senses. I create situations and stories, facing in that way my demons.
 
I overrule and overcome myself as if it was a matter of life or death.
I do not scratch the “history” or delete it, I just update it, like the impulses update life.
I took hold of this updates and do with them my working process.
I see the base of painting as the border between the Thought and Real, where the void takes shape, texture and color.
What makes the painting a great marginal game of power. What makes me a bipolar “character”, where what I think is what I do and if I don't, I don't think.
THE IMPULSIVE MAN is therefore an alienation.
 
Sábado, 25 de Abril de 2009,
às 18 horas
>> Mais sobre:
publicado por Orfeu às 08:50
| comentar


Rue du Taciturne 43 Willem de Zwijgerstraat,
Bruxelles/Brussels 1000
Belgique/België
T/F: +32 (0)27350077
IBAN: BE79 426415631133 SWIFT: KREDBEBB
orfeu@skynet.be